Postagem em destaque

Mulher cochila no volante e capota veículo várias vezes na BR-226 entre Campo Grande e Triunfo Potiguar

Na manhã desta segunda-feira, 12/11, foi registrado um acidente tipo capotamento nas proximidades da entrada dos Tanques, na BR-226, entre...

Bebê de 1 ano e 6 meses é assassinado com tiro na cabeça na região Leste de Mossoró/RN

Guerra urbana em Mossoró deixa mais uma vítima: 217 só este ano de 2018. O bebê Antony Galeb Bezerra da Silva, de 1 ano e 6 meses, foi assassinado com tiro na cabeça na noite deste domingo, 4, quando brincava com os pais Francisco Iranilson Bezerra da Silva, de 23 anos, e Débora Maria Bezerra de Sousa, de 20 anos, numa praça no bairro Malvinas, zona leste de Mossoró-RN.

O ataque ao casal com o bebê teria sido protagonizado por dois bandidos numa motocicleta, que chegaram atirando e sairam do bairro atirando, como se estivesse comemorando. As três vítimas ainda foram socorridas. O bebê Antony Galeb e o pai foram levados para a Unidade de Pronto Atendimento do Grande Alto São Manoel, onde a criança terminou falecendo.

A jovem Débora Maria Bezerra de Sousa foi levada direto para o Hospital Regional Tarcísio Maia, onde se encontra internada em estado muito grave. O marido dela foi transferido pelo SAMU da UPA para o HRTM. Passou por cirurgia e não corre risco de morte.

A principal suspeita dos moradores do bairro Dom Jaime Câmara, onde mora o casal com o filho Antony Galeb, é que o alvo dos atiradores seriam Francisco Iranilson. Há quem defenda a tese de que os atiradores foram ao bairro para matar qualquer um que estivesse na praça, aproveitando a falta de policiamento ostensivo devido ao número reduzido de policiais a disposição dos dois batalhões em Mossoró/RN.

Pouco tempo depois que aconteceu o ataque, surgiram informações que homens armados invadiram uma residência e teriam levado uma jovem que seria irmã de um dos acusados de atirar no casal e matado o bebê nas malvinas.

A Polícia Militar informou, por volta de meia noite, que continuava em diligência para localizar possíveis suspeitos do ataque nas Malvinas. E sobre o rapto da jovem que seria irmã do autor do assassinato do bebê nas malvinas, os policiais informaram apenas que receberam o comunicado, mas nada comprovado a respeito do caso e se tem relação com o caso das malvinas.

O corpo do bebê deve ser levado da UPA do Alto São Manoel para a unidade regional do Instituto Técnico-científico de Perícia para exames. Já os pais também deve passar por exames de corpo delito no ITEP. O caso deve ser investigado em inquérito policial conduzido pelos delegados da Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa de Mossoró/RN.

Castigo.


Do outro lado da cidade, precisamente no bairro Redenção, o ex preso de Justiça Judson Almeida Gomes, de 23 anos, estava caminhando em via pública quando teria sido parado e baleado nas mãos. Ele responde por crimes de roubo no bairro. Foi levado para o Hospital Regional Tarcísio Maia e depois deve ter sido liberado para se recupera em casa. Não corre risco de morte.

Fonte Mossoró Hoje.

Nenhum comentário