Postagem em destaque

Felipense não resiste e morre após colidir em veiculo no município de Apodi, RN.

Foto arquivo pessoal. Um acidente de proporções graves aconteceu no final da tarde desta segunda-feira 10, na RN que liga o distrito d...

Mulher é presa ao tentar entrar com celular em escova de lavar roupas no CDP Apodi

Sandriele Libyne de Almeida Marinho, de 21 anos, foi presa tentando entrar com aparelho celular e dois chips no CDP de Apodi.
Agentes Penitenciários do Centro de Detenção Provisória de Apodi – Agente Ronilson Alves da Silva flagraram a dona de casa, Sandriele Libyne de Almeida Marinho, de 21 anos, natural de Apodi, tentando entrar com aparelho celular e dois chips na unidade prisional na manhã dessa quarta-feira (18).
Os agentes penitenciários realizavam revista de rotina em parentes que iram visitar reclusos no CDP Apodi e graças ao detector de metais perceberam que algo estava errado.
De acordo com os agentes, eles abordaram a dona de casa, e, durante revistas em seus pertences, encontraram uma escova de lavar roupas. Ao passarem o detector de metais no objeto, o aparelho apitou. Então, os agentes cortaram a escova e encontraram um telefone celular e dois chips no seu interior. Em seguida, eles acionaram a Polícia Civil da cidade, que funciona no mesmo complexo de segurança.
O celular foi encontrado pelo agente Airton Lucena com apoio dos agentes Batista Moreira e Natanael Vital Gurgel que também participavam do trabalho de revista do material.
SandrieleLibyne


Ao ser questionada, Sandriele Marinho, disse que uma pessoa de Mossoró, que ela não a conhece, passou em sua residência, e deixou esse escovão, e na oportunidade pediu para que ela a entregasse ao meu esposo que esta preso no CDP Apodi.

O esposo de Sandriele Libyne é um velho traficante conhecido da policia. Trata-se de Elviro Lopes da Silva Júnior, com quem ela mantem um relacionamento.
Em abril de 2016 a mãe de Elviro Lopes Junior, também fora presa em flagrante, tentando entrar com droga dentro de uma vassoura, no Centro de Detenção Provisória (CDP) do Apodi. O entorpecente seria destinado ao filho dela, que cumpre pena por tráfico de drogas.
A mãe foi flagrada com maconha escondida em uma vassoura quando ia deixar janta para o filho. Na ocasião, os agentes penitenciários, revistaram as sacolas com o alimento e alguns objetos que seriam entregues na cela, inclusive uma vassoura e encontraram a droga.
Nominuto

Nenhum comentário