Postagem em destaque

Mulher cochila no volante e capota veículo várias vezes na BR-226 entre Campo Grande e Triunfo Potiguar

Na manhã desta segunda-feira, 12/11, foi registrado um acidente tipo capotamento nas proximidades da entrada dos Tanques, na BR-226, entre...

"Queremos Justiça" População de Felipe Guerra Foi as Ruas Clamar por justiça no caso do Professor Alcivan


Aconteceu na manhã desta Quarta Feira (20) uma Caminhada denominada, “Queremos Justiça”. O Movimento Teve inicio na entrada do município e percorreu a Av. Mira Selva na Zona Urbana de Felipe Guerra Região Oeste do Estado
.
O movimento Cobra mais empenho e resposta das Autoridades Policiais, municipais e estaduais nas investigações do caso de desaparecimento e possível Morte do Professor Alcivan Medeiros, desaparecido deste Sábado (02) de Abril de 2016.

Após (17) dias sem Resposta a população do município de Felipe Guerra foi as Ruas pela segunda Vez pedir justiça, em caminhada Professores, Alunos, Blogueiros, comunicadores de Radio que fazem a imprensa local e algumas autoridades sairão em caminhada com faixas, cartazes, carros de som e camisetas com foto do professor, o objetivo é cobrar mais empenho nas investigações e que seja feita Justiça pelo possível crime bárbaro que chocou o município de Felipe Guerra e Rio Grande do Norte.

Não vai ficar Impune esse crime, enquanto nos tivermos vivos e o nosso sangue estiver correndo em nossas veias nos vamos lutar por justiça, lutar pelo professor Alcivan que é uma pessoa especial, diferente que lutava por todos os direitos iguais para todos, Vamos Cobrar em enquanto eu estiver vivo e poder procurar as autoridades para cobrar, vamos cobrar porque não podemos deixar mais um crime impune. Herlon Werlang GóisAmigo do Professor.


Ele era um livro Aberto. Deixou-me uma lição, como profissional sou um educador hoje fruto também do trabalho de Alcivan, me sinto feliz, pois eu tive a oportunidade em vida de agradecer ao mesmo.  Quero deixar uma frase para o momento. Pode se matar uma pessoa, mais não se mata uma idéia. O exemplo que Alcivan foi de Guerreiro, de lutar pelos seus direitos hoje esta aqui, estamos imitando o bom exemplo dele, pois quando o bom semeador falece as suas boas sementes germinam. Que apareçam mais frutos daquele bom semeador e que a justiça contra o criminoso que machucou todos seja feita. disse o professor Elias.


Estamos a 17 dias engasgados com o grito de revolta, um grito de apelo para que se faça justiça pela perca irreparável de uma pessoa que sempre lutou pelos seus direitos e que nunca se calou diante de injustiças.

Nosso clamor hoje é para que nos ouçam e vejam que essa barbaridade na pode ficar impune. Sabemos que nada trará de volta o nosso companheiro, que essa separação material esta doendo muito.

Também sabemos que o criminoso deve pagar por tal ato, por que ao tirar a vida de uma pessoa boa, honesta e trabalhadora ele fez chorar uma cidade inteira e que hoje pede resolução para o caso. Estamos à mercê da criminalidade,pessoas de bem são assassinadas diariamente, poucos são os culpados que paga pelo mau que fazem a sociedade, isso chega a ser revoltante. Por isso estamos aqui para pedir justiça, para gritar e clamar por justiça pelo nosso, Alcivan Medeiros, não vamos nos calar queremos Justiça. Disse Lidiane Silveira.

O caso 

O professor foi visto pela ultima vez em um shopping no município de Mossoró, depois disso não entrou mais em contato com a família ou amigos,  o veiculo do professor foi encontrado na Madrugada de domingo (03) de abril totalmente queimado e dentro do veiculo um corpo carbonizado que ainda seguem no ITEP aguardando resultado de exame de DNA para comprovar se o corpo é do Professor, Relembre o caso Aqui.

Confira o Vídeo do Movimento " produzido pelo nosso Portal Pedra de Abelha.

Confira a Cobertura do Movimento, todas as Fotos AQUI


Nenhum comentário