Postagem em destaque

Promovida por prefeitura, 'prova da cachaça' termina com participantes em coma alcoólico em Rafael Fernandes, RN

Uma festa promovida por uma prefeitura no interior do Rio Grande do Norte terminou com quatro pessoas hospitalizadas por excesso de cons...

CASO DA JOVEM JULIA MARIANA, ASSASSINADA EM APODI RN: Acusado é condenado a 12 Anos de Prisão por ter matado a namorada

Foto da Internet

BLOG DO JAIR GOMES

O caso Júlia Mariana, a estudante de 17 anos morta pelo seu ex-namorado na porta de casa chega ao seu desfecho final. O caso foi investigado pelo delegado Renato Silva Oliveira de Apodi. As testemunhas, amigos e familiares apontaram Francisco Marcílio como autor dos 5 disparos que tiraram a vida da jovem estudante Júlia.

O crime ocorreu no dia 11 de novembro de 2013 por volta das 20h00min, a mesma chegou a ser socorrida pelos Policiais Militares e levada até o Hospital Regional Helio Morais Marinho, mas já chegou sem vida. 

O principal suspeito de ter cometido o crime, o gesseiro Francisco Marcílio da Costa, na época com 18 anos veio a ser preso pela polícia no dia 15 de novembro de 2013. Autuado pelo crime de Homicídio Qualificado, o réu encontrava-se preso até o dia de hoje.

O acusado foi condenado pelo conselho de sentença através de homicídio consumado duplamente qualificado pela motivação fútil art. 121, 2°, II e IV, sendo a pena inicial fixada em 14 anos e 6 meses de reclusão, mas com algumas atenuantes  e pelo réu já ter cumprido 1 ano, 11 meses e 17 dias a pena foi reduzida para 12 anos, 2 meses e 17 dias a ser cumprido no regime inicial fechado, sendo negado o direito de recorrer em liberdade, condenado também ao pagamento das custas processuais.
A sentença foi determinada pela Juíza Katia Cristina Guedes.


Fonte Jair Gomes

Nenhum comentário